QUEIMADAS



Quando falamos de queimadas podemos distinguir dois tipos: naturais e artificiais (antrópicas). As queimadas naturais ocorrem por meio de outros eventos naturais, como a queda de um raio ou devido a ocorrência de tempo muito seco com altas temperaturas e pouca umidade do ar. Região como o Cerrado Brasileiro possui uma grande concentração de queimadas naturais nos períodos de estiagem, entre os meses de junho à setembro durante o inverno. Esses focos podem ser facilmente identificados nesses locais mais áridos e secos de nosso território. Elas acontecem de forma natural e a fauna e flora estão adaptadas para sobreviverem e se recuperarem desses focos isolados e muitas vezes facilmente controlado. Já as queimadas antrópicas, são aquelas realizadas pelo ser humano para eliminar matéria orgânica mais facilmente. Essa é uma das técnicas agrícolas mais antiga da humanidade, que facilita a limpeza de uma área com grande concentração de matéria orgânica e posterior preparo do solo para a agricultura ou pecuária. Ela também pode ser utilizada por pessoas que praticam o desmatamento para facilitar o acesso em florestas mais densas de nossos biomas.



O risco de queimadas provocadas pelo homem é enorme, pois o controle desse fogo pode ser facilmente perdido pelas pessoas envolvidas. Além da grande emissão de fumaça e geração de gases nocivos para a qualidade do ar. Muitas vezes essas nuvens de fumaça são levadas para quilômetros de distância do foco de incêndio, através das correntes de ar, trazendo prejuízos enormes para qualidade de vida da população afetada. Mesmo com técnicas de controle é extremamente perigoso realizar queimadas, pois facilmente pode se perder o controle das chamas e o incêndio se estender por outras áreas, principalmente de preservação. No ano de 2020 o Brasil teve um aumento no registro de focos de queimadas, principalmente na região do estado do Amazonas prejudicando muito a Floresta Amazônica, símbolo de preservação de nosso país. Outro bioma bastante afetado no ano passado foi o Pantanal, que teve mais de 20% de sua área devastadas pelo fogo, atingindo reservas naturais e terras indígenas da região. Nas obras da Sendi é proibido fazer qualquer tipo de fogueira ou utilizar fogo para qualquer atividade que não esteja prevista e sem todos os cuidados necessários juntamente com a equipe do SESMT. Em todas as estruturas da Sendi possuímos Brigada de Emergência treinada para diversos eventos de emergência, inclusive incêndios.


Como já falado, as queimadas podem ser benéficas quando acontecem de forma natural e controlada. O fogo é um fator importante para a quebra da dormência das sementes de algumas espécies nativas, sendo essencial para a brota dessa vegetação e também controle de ervas daninhas. Porém quando realizada de forma descontrolada e constante podem desencadear diversos problemas ao meio ambiente e empobrecer o solo no local. Algumas das consequências são:


· Alteração do equilíbrio do ecossistema;

· Desertificação de grandes áreas;

· Perda da umidade e microbiota do solo;

· Mudança da temperatura local;

· Diminuição da biodiversidade;

· Emissão de gases poluentes e do efeito estufa;

· Piora a qualidade do ar, intensificando doenças respiratórias;

· Acentuação de processos erosivos e que degradam o solo;

· Destruição de habitat natural da fauna nativa.


A solução seria a extinção deste tipo de técnica realizada pelo homem, porém por se tratar de algo cultural e que é utilizado há muito tempo se torna algo muito difícil de conseguir. Portanto a conscientização da população em geral se torna a melhor forma de combater este ato criminoso que vem devastando cada vez mais nossas áreas de preservação. Fazer o uso de técnicas como a capina, evitar jogar bitucas de cigarro em áreas com vegetação seca, não atear fogo em lixos domésticos ou em áreas abertas também pode contribuir para diminuição dos problemas que as queimadas causam anualmente. A prevenção é um fator muito importante na solução das queimadas. Caso encontre algum foco de incêndio você pode acionar as autoridades competentes para auxiliar no controle e combate ao fogo. O Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Defesa Civil são alguns exemplos de autoridades treinadas para auxiliar neste tipo de situação.


Entenda melhor sobre o papel do consumidor na preservação do meio ambiente


por Vitor Bonassi

Engenheiro Ambiental na Sendi

28 visualizações

Posts recentes

Ver tudo